Créditos de Reposição Florestal: O Que São e Como Foi o 1º Evento de Retorno da Radix

Sendo a Radix uma empresa que opera no setor florestal, com árvores plantadas, a liquidez que oferecemos em nossos ativos é ancorada no ritmo do crescimento biológico das espécies escolhidas.

Fazemos questão de deixar claro, desde a primeira abordagem, que uma vez que trabalhamos com madeira tropical de ciclo médio, o retorno do valor investido se dá apenas a longo prazo: entre 8 e 10 anos para o desbaste e 16 a 20 anos para o corte raso.

Assim sendo, é motivo de orgulho que, após apenas 5 anos de atividades, já alcançamos o primeiro evento de retorno para nossos investidores e investidoras florestais, ainda mais por se tratar de uma negociação resultante da certificação de nosso plantio e de uma política de incentivo às nossas atividades de reflorestamento.

Apesar de baixo, em comparação ao valor da comercialização da madeira, esse valor não é previsto em nossa planilha, onde calculamos a expectativa de rentabilidade em cada módulo florestal. Sendo assim, esse é um valor adicional!

Esse bônus não apenas representa o sucesso de nossa estratégia operacional, como reafirma o nosso compromisso com a busca de soluções sustentáveis para agregar valor às nossas florestas e otimizar o sucesso econômico de todos os investidores, que acreditaram no nosso sonho de um futuro mais verde.

 

CRFs

No estado de Roraima, onde se encontram nossas operações, há uma lei estadual de incentivo à atividade de reflorestamento. Essa diretriz prevê a emissão de Créditos de Reposição Florestal (CRFs) para pessoas físicas ou jurídicas que atuem no reflorestamento de áreas produtivas.

Após a vistoria e certificação do órgão competente (FEMARH), cada hectare plantado com florestas gera 150m³ de créditos por hectare para o reflorestador, que poderá utilizar, vender ou ceder tais créditos para a compensação e licenciamento ambiental de atividades que resultem em supressão vegetal, de qualquer espécie no estado.

A mesma lei prevê ainda que qualquer atividade no estado, que resulte em supressão vegetal ou impacto ambiental, precisará realizar a devida compensação pelo plantio florestal ou compra de créditos na proporção estipulada pelo agente do órgão competente, para que seja licenciada.

Portanto, os CRFs podem ser vendidos a produtores rurais ou madeireiros em processo de licenciamento de suas áreas úteis, consolidadas para uso alternativo do solo. Essa venda é realizada apenas uma vez, com base na projeção de estoque de biomassa a ser gerado com o plantio.

 

Madeira e muito mais…

A Radix Investimentos Florestais atua, há 5 anos, reflorestando áreas degradadas, na região amazônica, com o objetivo de obter receita com a exploração madeireira sustentável, entre outras possibilidades.

Para financiar essas operações de manejo e expansão, a empresa realiza ofertas periódicas, onde os investidores podem adquirir uma participação societária em nossos módulos florestais, através de títulos de investimento coletivo, gerados em plataformas de equity crowdfunding.

Esses títulos florestais garantem, para nossos investidores e investidoras, o direito à participação (proporcional ao valor investido) em toda e qualquer receita ou resultado proveniente do módulo em que estes possuam cotas de investimento.

Assim, está previsto em contrato que, além de participar dos resultados relacionados à comercialização madeireira, esses investidores também serão remunerados proporcionalmente por lucros oriundos do plantio das florestas, atividades consorciadas ou qualquer outra fonte, como a venda de sementes, créditos de carbono, créditos de reposição florestal e etc.

Quer se tornar um investidor florestal e lucrar com a produção sustentável de madeira, enquanto contribui para um futuro mais verde para as próximas gerações? Então, venha fazer parte do nosso Comunidade de Investimentos no Telegram. Por lá, além de uma rede de contatos e uma fonte de informações e novidades sobre o setor florestal, você também terá acesso, em primeira mão, ao lançamento de todas as nossas ofertas públicas.

 

Por Milene Moraes Almeida
Pós-graduada em Marketing Socioambiental e
Gerente de Relacionamento com o Investidor Radix

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.